Rascunho do Grupo de Aventureiros

Com o hype nas alturas, a ilustradora Pamela Fuca (Instagram e Facebook) teve seus serviços solicitados pela ladina maravilhosa do Crônicas de Oméria.

CdO Desenho 1

A princípio, fiquei bem apreensivo, em gastar peças de ouro para isso, mas com esse rascunho todos as dúvidas foram embora em ver o ótimo trabalho do artista.

“Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo… Mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade…“ (Walt Disney)

Assim que enviarem atualização sobre o desenho, postarei no site.

 

Abraço.

DM. GHK

Anúncios

Aviso: Mudança em algumas raças.

Mal começou o RPG Crônicas de Oméria e já foi notado a necessidade de balanceamento de algumas raças, foi dito que algumas raças com feats como ataque natural de algumas raças e as feats que lhe permite voar estão defasadas em relação às demais.

Estou preparando um manual de Oméria com a raças em sua segunda revisão. Portanto, para os meus jogadores que sentirem vontade de mudar de raça, visto que o RPG ainda não começou de fato na lore, poderão trocar de ficha. Como nenhuma das raças utilizadas pelos jogadores terão alterações, eu como mestre preferia que se mantivesse, mas de repente não pegou uma determinada raça por achar que estava fraca. Pretendo terminar a parte das raças no manual até a metade desta semana, antes da próxima sessão.

No mais, estou aberto para diálogos, afinal foi um erro meu, e as raças são todas homebrew (criação caseira).

Roll dice, roll!

Sessão 0: Apresentação e Montagem dos Personagens

Sucesso. Modéstia a parte, é assim que eu defino a primeira sessão do RPG Crônicas de Oméria. Meus jogadores se divertiram montando as fichas, descobrindo que as raças antigas como elfos, anões, orcs e gnomos foram extintos, que novas raças surgiram, e acima de tudo eu me diverti também.

Não vou mentir, estava muito nervoso e tenso. Logo passou na cabeça, tenho que fazer tudo perfeito, afinal era a primeira sessão de RPG de 75% da mesa e minha primeira vez mestrando em um sistema que estava conhecendo (D&D 5e), não queria que meus jogadores tivessem uma primeira experiência ruim e desanimassem. Entretanto, os jogadores ficaram super empolgados e a minha gagueira nervosa passou e me empolguei junto (espero não tomar multa no condomínio, a sessão durou das 22h até as 2h.)

Primeiro apresentei o nosso mundo, Oméria, como foi a sua criação e expliquei porque as raças comuns que todos conhecem dos cenários de fantasia medieval não existiam mais. Depois pedi para os jogadores que falassem um filme, livro, personagem e vilão que os marcaram, com o propósito de conhecer o gosto pessoal de cada um e para quebrar o gelo. Além de fazer com que perdessem um pouco da timidez, ficassem mais a vontade para falar e para irem imaginando o tipo de personagem que gostariam de interpretar na campanha.

Em seguida escolheram as raças, classes e por fim o background. Admito que graças a um dos jogadores mais experientes, tornou a minha vida como Mestre mais fácil, pois ajudou a mesa a montar os personagens como queriam. A escolha do background foi divertido para muitos, pois algumas das escolhas foram feitas através dos dados, gerando resultados interessantes.

Tendo a ficha pronta, pedi para os jogadores se descrevessem, contasse sobre o passado de seu personagem e disse que em uma cidade de Oméria é comemorado a Dança dos Dragões, evento que marca o início do ano, e que receberam uma caixa com uma peça de xadrez com um convite para uma festa nesta cidade.

Assim, foi formado um grupo de aventureiros diferenciado, uma ladina descendente de um dragão dourado, um urso herói do povo, uma parente do Rocket Raccoon que manja da floresta e um homem do mar que se tornou um bruxo.

Para quem desejar saber sobre o cenário de Oméria como foi dito para os jogadores e ver a ficha deles, basta clicar no link ao lado: Sessão 1.

Que os dados estejam com você.

Primeira Postagem

Criei este site principalmente para o Crônicas de Oméria e os meus jogadores, e em segundo plano (talvez) postar sobre outros assuntos, no mais servir como um hobby.

Crônicas de Oméria é um mundo criado pelo Mestre baseado no cenário Forgotten Realms do Dungeons & Dragons da Wizard of the Coast.

  • Pretendo postar neste site diversos conteúdos criados e/ou adaptados por mim para serem utilizados nas sessões do CdO. Gostaria de deixar claro que as diversas imagens dos conteúdos não são de minha autoria e não possuo seus direitos autorais, sendo a sua maioria encontrada na internet (como a imagem dessa postagem por exemplo). Não possuo fins comerciais, apenas o de ilustrar e divertir meus jogadores e amigos.
  • Marcar os próximos encontros com a mesa, deixar a agenda visível  e alguns recados eventualmente. Além de possivelmente recordar as sessões jogadas.

Que os dados estejam sempre a seu favor.

O despertar das jóias